terça-feira, 12 de julho de 2016





ALERGIAS MAIS COMUNS










ASMA





DIAGNÓSTICO


É feito através da história clínica pessoal e familiar, exames laboratoriais e testes cutâneos.

 SINTOMAS


Crises recorrentes de falta de ar e tosse que aparecem de forma repentina, após constipação ou exercício, com intensidade variável.


TRATAMENTO


A medicação deve ser a título preventivo. Usam-se broncodilatadores e anti-inflamatórios.

PREVENÇÃO

Evite o contacto com ácaros, pó e pólens.



RINITE





A Rinite é a alergia mais frequente. Geralmente está associada à Sinusite e à Conjuntivite Alérgica e deve ser tratada para não haver agravamento da asma.

SINTOMAS


Obstrução nasal, comichão, espirros, pingos no nariz, perturbações do sono e fadiga.


DIAGNÓSTICO


Deve ser feito um exame à parte interior do nariz, procurando alterações típicas, como palidez da mucosa. Podem ainda fazer-se testes cutâneos e análises sanguíneas, para verificar o nível de anticorpos específicos.


TRATAMENTO

É necessário recorrer a anti-histamínicos. Nas formas persistentes recorre-se a corticóides nasais e anti-histamínicos orais ou nasais. Nas Rinites sazonais aconselham-se as vacinas.


ALERGIAS ALIMENTARES



São cada vez mais comuns e até podem levar à morte, devido aos alimentos processados e aos aditivos. Alguns alimentos que podem causar alergias são
Ovos, caju, amêndoas, chocolate, castanhas, kiwi, sésamo caril
 e muitos mais.


SINTOMAS

Os mais ligeiros são erupções cutâneas, urticária, falta de ar, náuseas e diarreia. Nos casos mais graves acontece o choque anafilático, em que a inflamação na garganta é tão grande que impede a respiração, o que pode causar desmaios e até levar à morte.


DIAGNÓSTICO

Os teste sanguíneos detectam a presença de anticorpos, assim como os teste cutâneos.
As dietas de eliminação são outra forma de tentar descobrir alergéneos. Retiram-se os possíveis causadores de alergia e depois vão-se introduzindo na dieta um a um para serem identificados os que desencadeiam as alergias.

TRATAMENTO

Nas crises agudas devem administrar-se anti-histamínicos e corticóides. Há kits próprios para combater o choque anafilático. 
Covém evitar os alimentos causadores de alergias.



URTICÁRIA




A Urticária pode aparecer devido a ácaros, pólen, alimentos, medicamentos, picadas de insectos, plantas e até stress. As causas nem sempre se descobrem, pelo o que torna a cura muito difícil.

SINTOMAS

Manchas avermelhadas e pápulas que causam muita comichão. 


TRATAMENTO

Os anti-histamínicos aliviam o prurido e reduzem a inflamação.
Nos casos mais graves é necessário o recurso a corticoesteróides, na medida que causam efeitos colaterais.
Em metade dos casos costuma desaparecer em dois anos.


PREVENÇÃO


O controlo do stress pode ajudar a reduzir a frequência e gravidade das crises.





CUIDE DA SUA SAÚDE

E


DÊ VALOR À BELEZA DA VIDA


Gota de Vidro





segunda-feira, 2 de maio de 2016





OSTEOPOROSE





A Osteoporose, é um doença que afecta mais as mulheres e ocorre durante o envelhecimento, acelerando a perda da massa óssea.
A Osteoporose caracteriza-se pela diminuição da densidade  óssea, os osso tornam-se muito frágeis e a pessoa fica muito sujeita a fracturas, mesmo com pequenos traumas. Afecta bastante as mulheres no pós menopausa, ma também pode ocorrer nos homens embora com menor frequência.










Para os portadores de Osteoporose  a fractura do fémur é das mais graves, pois pode vir a acarretar embolias ou problemas cardiovasculares e por vezes até a morte.








CAUSAS

Tal como em todos os tecidos do organismo há sempre substituição de células velhas por novas e no caso do tecido ósseo é necessário o cálcio para fazer essa renovação. Até aos 30 anos essa renovação faz-se normalmente e após essa idade a pessoa começa a perder lentamente a massa óssea, o que explica que a pessoa vai diminuindo à medida que envelhece. Na Osteoporose senil , as células que renovam (osteoblastos) não conseguem substiuir as cavidades dos ossos o que os torna rendilhados e frágeis.


Há ainda a Osteoporose que ocorre na Menopausa por falta de hormonas e as cavidades ósseas vão aumentando de volume. Há pois uma forte diminuição da massa óssea.









FACTORES QUE PODEM DESENCADEAR OSTEOPOROSE


- Osteoporose na famíla
- Baixa estatura
- Massa muscular pouco desenvolvida
- Baixa ingestão de cálcio
- Sedentarismo
- Pessoas vegetarianas
- Fraca exposição ao sol
- Portadores de algumas doenças como Diabetes, Leucemia, Linfoma, Artrite Reumatóde, etc.









DIAGNÓSTICO



O diagnóstico é feito a partir da avaliação da densidade óssea, exame físico, exames laboratoriais e radiografias.


TRATAMENTO


É muito importante a ingestão de cálcio, calcitonina, vitamina D3 e estimulantes da formação óssea, como fluoreto de sódio(sal inorgânico), paratormónio e a prática de actividades físicas.
Toda a medicação deve ser prescrita pelo médico.




PREVENÇÃO


Mudança de alguns hábitos alimentares e prática de exercício físico ajudam na prevenção da Osteoporose.
É também importante o consumo de alimentos ricos em cálcio como por exemplo, ovos e leites já à venda no mercado com um alto teor de cálcio que podem a ajudar os níveis do mesmo.






Claro que a redução do consumo de álcool e tabaco, são igualmente importantes, não só na Osteoporose como na saúde em geral.











EQUILIBRE A SUA ALIMENTAÇÃO DESDE UMA IDADE AINDA JOVEM

E








MAIS TARDE SEU ORGANISMO AGRADECERÁ



Gota de Vidro






quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016





SINUSITE







A sinusite é uma infecção nos seios peri-nasais que afecta as pessoas de forma aguda ou crónica, dando dores intensas de cabeça e na face. Os ossos em redor do nariz, olhos e bochechas, possuem membranas que produzem muco, que têm como função hidratar o ar inalado e filtrar germes e bactérias. Em algumas situações o muco acumula-se na região dos seios nasais e infecta toda aquela região.










CAUSAS E SINTOMAS DA SINUSITE


Algumas das causas são de origem alérgica, como por exemplo a Rinite, excessivo consumo de lacticínios, mudanças bruscas de temperatura, etc. A Sinusite aguda pode surgir após uma gripe e pode chegar a durar 4 semanas.
Os principais sintomas são fortes dores de cabeça, sensibilidade na face, perda do olfacto, cansaço, mal estar geral, secreção nasal e até febre.









A Sinusite pode também ser crónica e os sintomas podem durar durante 3 meses, devendo consultar o seu médico para fazer um tratamento eficaz.







TRATAMENTO

Existem medicamentos anti-inflamatórios e antibióticos, que ajudam a tratar este tipo de infecção, mas quem sofre constantemente dela pode também ajudar com alguns remédios caseiros e naturais para aliviar e complementar o tratamento químico.











ALGUMAS SUGESTÕES DE MEDICAÇÃO NATURAL


Beba bastante água, caldos e chá quente, que ajudam a dissolver o muco e o vai drenando das zonas inflamadas.
Evitar o consumo de álcool, cafeína e bebidas açucaradas, pois desidratam o organismo. Evitar igualmente o tabaco.






Faça uma dieta equilibrada com refeições pouco pesadas usando grãos integrais, feijão , lentilhas, sopas e vegetais cozidos.
Os ovos , chocolates e excesso de lacticínios podem agravar os sintomas.








Faça inalações de vapor para ajudar a dissolver o muco adicionando gotas de óleo de eucalipto ou hortelã numa bacia com água quente e inspire os vapores.










Junte duas a três colheres de vinagre de maçã a um copo de água quente e beba  3 vezes ao dia, podendo adicionar um pouco de mel para mais fácil ingestão.










O açafrão também conhecido como curcuma, contém um anti-inflamatório natural, e é rico em antioxidantes benéficos para o organismo. Em combinação com o gengibre e fervido faz-se um chá para combater a Sinusite. As suas propriedades permitem soltar o muco, aliviar a pressão nos seios nasais e dar uma sensação de bem estar geral.









APROVEITE A VIDA









AME E DEIXE-SE AMAR




Gota de Vidro





quarta-feira, 6 de janeiro de 2016




BRUCELOSE











A Brucelose também conhecida como Febre de Malta, ou Febre Ondulante, é uma doença infecciosa provocada por uma bactéria, chamada Brucella e que é transmitida dos animais para o homem, havendo pois o perigo de ingerir leite não pasteurizado, queijo e manteiga de animais contaminados , assim como carne mal passada. O risco aumenta em pessoas que trabalham em saúde ou que lidam directamente com animais que podem estar contaminados. Daí a necessidade de vacinar e cuidar devidamente os animais.










SINTOMAS

A Brucelose tem um período de incubação variável que pode ir de 5 a 6 dias até vários meses.

- Febre intermitente, ondulante
-Suor nocturno com cheiro a palha azeda
-Calafrios, fraqueza, cansaço
- Anorexia
- Cefaleias (dores de cabeça)
- Tosse seca







MODOS DE TRANSMISSÃO


- Via cutânea- Manuseamento de animais infectados
- Via digestiva- Ingestão de leite e seus derivados
- Via aérea-Inalação de aerossóis e acidentes de laboratório



DIAGNÓSTICO


Geralmente o diagnóstico exige a realização de uma Hemocultura que é feita em laboratório. Realizam-se várias colheitas que geralmente são incubadas cerca de 14 dias, devido ao crescimento da Brucella ser lento.
Também em laboratório se faz um teste chamado Método de Hudleson que é uma reacção de aglutinação feita em lâmina e se der um título superior a 1/80 então estamos perante a infecção.







TRATAMENTO


O tratamento é à base de antibiótico e geralmente é bastante prolongado pois trata-se de um parasita intracelular.
Normalmente não se usam a Penicilina , nem as Cefalosporinas, pois são resistentes.
Usam-se as Tetraciclinas. Após algumas semanas os antibióticos são substituídos por outros  igualmente de muita eficácia. Todo o tratamento deve ser feito sempre sob forte vigilância médica.








PREVENÇÃO


Consuma leite pasteurizado e siga as regras de segurança quando consumir lacticínios.



ALIMENTE-SE MODERADAMENTE

E






FAÇA EXERCÍCIO FÍSICO PARA SE MANTER SAUDÁVEL



Gota de Vidro