quarta-feira, 27 de janeiro de 2010





SOLUÇOS








O soluço é um fenómeno reflexo que se manifesta por uma contracção espasmódica e involuntária do diafragma e que através do pouco ar que a contracção força, obriga ao expulsar de um ruído característico.
Ocorre após a ingestão de liquido ou sólido, e é benigno.Pode no entanto ser sintoma de doença crónica e necessitar tratamento.








Costuma-se parar o ciclo respiratório, pois o diafragma é forçado a funcionar com a respiração o que pára o soluço.De um modo geral os episódios de soluços duram pouco, no entanto quando se prolongam , por vezes há necessidade recorrer a apoio médico.








CAUSAS



-Distensão gástrica, pela ingestão de bebidas com gás
-Deglutição de ar ou de alimentos em grande quan
tidade
-Mudanças súbitas de temperatura de alimentos i
ngeridos
-Ingestão de álcool
-Gargalh
adas
-Falar durante m
uito tempo







Situações de soluços persistentes podem ter várias causas

-Causas neurológicas ( Derrame, tumor cerebral)
-Causas metabólicas(Insuficiência renal,falta ou excesso de iões)
-Estímulo directo ao nervo vago(aumento da tiróide, pneumonia,hepatite)






TRATAMENTO


Algumas manobras por vezes podem ser úteis:

-Ingerir uma colher de açúcar
-Elevação da úvula
-Tracção da língua
-Travar a respiração
-Assoar

-Dobrar as pernas sobre o abdómen
-Beber um copo de água







Se a crise é de soluço permanente já com bas
tante duração, devem ser feitos vários exames de ordem neurológica assim como análises de sangue e radiografia de tórax.
Por vezes também são usados medicamentos de natureza sedativa.










VIVA A LUZ






QUE A VIDA NOS OFERECE



Gota de Vidro




8 comentários:

Helena Paixão disse...

Nunca pensei que os soluços pudessem ser uma doença, nem que podem ser provocados por falar demais (lol)!

Bjs

Eduardo Aleixo disse...

Obrigado, Gota, por teres acedido à minha sugestão.
Já tive mais do que um dia com soluços. É uma coisa que não desejo a ninguém.
Expuseste , como sempre, bem, o assunto.
Mas , olha, o que me sucedeu, não encaixa, aparentemente, nas tuas explicações.
Aparentemente...
Digo isto, porque, no meu caso, as razões foram psicológicas, emocionais, e, dada a complementariedade entre o emocional, psocológico e somático, há-de caber a explicação em algumas das que enunciaste.
Em resumo: foi das coisas mais chatas da minha vida...
Um abraço.

marco disse...

quandoo bebo mt alcool..fico assim...hic..hic!

beijo ca

O das Caldas disse...

Viva!!!
Jinhos ternos.-

Dreamaster disse...

Comigo um grande golo de agua rapido resolve o problema.

Então menina por onde anda?

Espero q esteja tudo bem contigo.


Bjs
D.

Fátima disse...

Vivendo e aprendendo...
E aprendendo... não soluçando.

Muito bom mesmo, não sabia nada sobre soluço.
Obrigada por essa elucidação.

Abraço carinhoso.

poetaeusou . . . disse...

*
deste mal
eu não sofro !
,
haja Deus . . .
,
conchinhas,
,
*

Anónimo disse...

lo que yo queria, gracias