sábado, 24 de janeiro de 2009





O UIRAPURU






LENDA INDÍGENA DA AMAZÓNIA





Conta a lenda...

Que um belo Índio disputa
do por todas as
jovens da tribo foi morto por seu rival, mas como por encanto
o corpo desapareceu, transformando-se em pássaro invisível.
Desse dia em diante, apaixonadas e saudosas as Índias
ouviam apenas um canto maravilhoso...Que povo
ava
de alegria os recantos da floresta, mas af
astava-se
sempre que elas o perseguiam.
Era o belo Índio que haviam perdido para sempre...
Encantado no pássaro de voz mais melodiosa da mata.


Era o

UIRAPURU





Seu canto soa puro e delicado como o de uma flauta.
Poucos têm a oportunidade de ouvir o pequeno
pássaro que canta apenas alguns minutos
ao alvorecer e ao anoitecer, durante 15 dias do ano
em que constrói seu ninho.
Ao seu canto, homens e mulheres apressam-se
a fazer pedidos.





Buscam suas penas e até pedaços do ninho
a que atribuem poderes mágicos.
Acreditam que suas penas dão aos homens
sorte no amor e nos negócios.
E um pedaço de ninho garante às mulheres a paixão e a fidelidade do amado para sempre.

Assim é o


UIRAPURU





O PEQUENO GRANDE CANTOR DA
FLORESTA AMAZÓNICA





Gota de Vidro



16 comentários:

MPereira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Dreamaster disse...

Lindo passaro sem duvida.

è pena q possa desaparecer em breve ao ritmo alucinante em q a floresta tropical amazonoca está a ser destruida.

Um começo q uma boa semana :)


Bjs
D.

Nuno de Sousa disse...

Bela lenda e que belo texto aqui nos trouxeste... quem sabe um dia não o consiga fotografar e te envie uma foto que tal :-)
Bjs grandes amiga e uma boa semana de trabalho,
Nuno

Mário Margaride disse...

Olá...!

Voltei querida amiga!

Mais um excelente post, como há muito nos habituaste.

Depois de cerca de um mês de ausência, voltei com um novo espaço, para convosco partilhar sonhos e emoções.
Como tudo na vida, há momentos em que precisamos de descansar, e eu precisei de um curto, mas necessário interregno. Mas aqui estou de novo, para fazer o que gosto, escrever as minhas emoções.

Ao mesmo tempo, quero desejar-te uma excelente semana!

Convido-te a visitar o meu novo espaço de poesia.

http://somesmotu.blogspot.com/ "UNIVERSO DAS PALAVRAS"

Beijinhos de amizade

Mário

poetaeusou . . . disse...

*
a qualidade,
não tem diferenças,
parabéns
.
qualificativas conchinhas, deixo,
,
*

Colibri disse...

Olá,

A Natureza encanta, das mais variadas formas, tanto em sons como em cores...

Assim, é o maravilhoso uirapuru...

Beijos
Colibri
------
Os meus últimos sentires…
Eis-me aqui: Testemunho dramático…
Colibrir as Emoções: A filha da onça…
Traços de Angola: Parte 11 - Fotos do Lobito (Parte I)…
Corais dos Recifes: Camarões ornamentais…

Sol da meia noite disse...

Linda esta lenda do canto que encanta.

Gostei desta postagem.


Beijinhos * *

Carla disse...

encantada saí com o que aqui li
beijos

Deusa Odoyá disse...

Olá , minha querida amiga.
Um excelente texto, uma lenda muito linda.
Parabéns...
Uma semana baençoada por deus.
beijinhos doce, minha amiga.

Regina Coeli.

Mário Margaride disse...

Olá!

Passei por aqui, para te desejar uma noite tranquila e deixar-te um beijinho

Mário

Mário Margaride disse...

Não quis ir fazer óó, sem primeiro vir aqui deixar-te um beijinho de boa noite, e desejar-te um bom fim de semana!

Mário

Nuno de Sousa disse...

Passei para ver se tinhas novidades... embora a novidade seja q estejas bem e tenha um bom fds... bons sonhos :-)
Bjs amigos,
Nuno

Carla disse...

reler a lenda e desejar um bom fds

Multiolhares disse...

Linda esta lenda, e a forma como o teu poste está feito, como diz Dreamaster o homem está a destruir o verdadeiramente belo,para seu intento e um dia vai ver que mesmo para si nada deixou
beijinhos

O Profeta disse...

A terra adormece no nevoeiro
Tenho a pressa do vento
Um coração errante procura
A doçura de terno momento

Frágil e palpitante luz
A beleza voa com a manhã
O mar solta na terra ternos murmúrios
Perde-se na espuma toda a palavra vã


Dança comigo ao som da Lira


Boa semana


Mágico beijo

Berro d'Água disse...

Há tantos lindos cantores naquela floresta... O som da floresta amazônica é algo que não dá para esquecer e há lá um pequeno pássaro de cor alaranjada, chamado corrupião, que nos acampanha sempre enquanto fazemos uma trilha, voando baixo e um taninho à nossa frente, por entre os galhos e troncos das árvores... O som emitio por ele, contam os ribeirinhos, se parece com o do uirapuru. Não sei se já ouvi o cantar do uirapuru, mas já ouvi muito o cantar do corrupião e de muitos outros cantadores da floresta...

Um bom dia com um abraço!!!

Cristina